Blog de DHJUPIC

Campanha da Fraternidade 2009



By  Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil     19:48     

Caríssimos (as) irmãos (as) da Juventude Franciscana do Brasil,

Paz e Bem!

Venho através desta carta dar-lhes um parecer a respeito da Campanha da Fraternidade 2009 e a importância da participação de nossa juventude na mesma. Este ano a campanha da Fraternidade tem como tema “Fraternidade e Segurança Pública” e como lema “A paz é o fruto da justiça (Is 32,17)”. O tema é trazido a tona num momento em que a humanidade se encontra perdida no que diz respeito à vida em sociedade. O mundo vive cheio de guerras e o desrespeito a vida humana é grande.

Pelo lema desta Campanha temos que a saída para termos a segurança em nossa sociedade é cultuar a paz em qualquer setor de vivência nosso. Desta forma, a meu ver, não devemos discutir as formas de violência existentes em nossa sociedade e sim as formas de educar nossa sociedade para uma cultura de paz. A juventude franciscana dá uma lição para a sociedade no que diz respeito à cultura de Paz, pois nossas fraternidades vivem baseadas no conceito do cristianismo, na generosidade e solidariedade com os irmãos mais necessitados. Ser fraterno é cultuar a Paz. Desejar Paz e Bem a um irmão é um pedido que se faz para que o mesmo continue no caminho cristão franciscano, sempre iluminado pelo Espírito Santo, em busca da felicidade eterna.

Outro fator importante para se cultivar a paz é o respeito às pessoas. Falo do respeito às suas opções sexuais, à sua classe social, à sua raça. Para podermos discutir sobre segurança pública devemos nos colocar diante de todas as desigualdades existentes em nossa sociedade. Devemos nos colocar no lugar do leproso que sofre preconceito pela doença que tem que por sua vez não consegue um emprego por causa da sua doença e que tem que encontrar outro meio de sobreviver. Lembremos também dos jovens que em sua infância trocam seus estudos por um trabalho para ajudar na renda familiar. No futuro este jovem, por não ter um estudo, terá de encontrar uma maneira de sobreviver.

Nós, jovens franciscanos, devemos levar nosso carisma aos diversos locais em que participamos da vida cristã. As escolas têm um papel fundamental na criação de uma cultura voltada para a partilha e vivência em fraternidade. Nossas famílias devem também estar engajadas nesta luta contra as formas de violência existentes. A paz que todos nós desejamos só será possível quando as dificuldades causadas pelo sistema vigente forem diminuídas pela criação dessa vida de fraternidade e igualdade existente em cada um de nós, que participamos de uma vida fraterna.

Para a formação da fraternidade sugiro a visita do site da CNBB (http://www.cnbb.org.br/) e também do site das edições da CNBB (http://www.edicoescnbb.com.br/) que este ano publicou diversas cartilhas voltadas para o estudo da campanha. Não esqueçam que a Formação é feita no nosso tempo da Quaresma, época de reflexão sobre o Cristo vivo em nossa sociedade, mas que a campanha da fraternidade acontece durante o ano todo. Não esqueçam também irmãos da ação perante a Campanha. Sugiro estudo em comunidades carentes acompanhadas de visitas. No mês de Outubro teremos a Semana Franciscana pela Paz, promovida pela Família Franciscana do Brasil (FFB) e este ano podemos trabalhar ainda mais o tema, voltando nossa semana para a campanha da fraternidade deste ano.

A juventude é a época onde fazemos escolhas. Escolhemos viver a Paz, semelhante ao nosso Pai Seráfico Francisco, respeitando é claro nossa secularidade. Lembro irmãos que tudo que foi feito errado, pode ser consertado, basta querermos consertar. Não devemos ter um pensamento pessimista. A vida nos pede coragem.

Que possamos crescer em mentalidade sempre guiados pela Paz do Espírito Santo, Amém.

Marcus Vinícius Pinheiro Lopes

Subsecretário Nacional de Direitos Humanos, Justiça, Paz e Integridade da Criação

Sobre Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: