Blog de DHJUPIC

Franciscan@s debatem sobre justiça ambiental



By  Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil     11:48     

Passado um mês da realização do Fórum Social Temático – FST, realizado em janeiro, em Porto Alegre, queremos divulgar três vídeos, síntese de um painel realizado pelo Movimento Franciscano durante o FST.

O evento aconteceu no dia 27 de janeiro e contou com a presença de 35 participantes, entre religiosos franciscanos e franciscanas, trabalhadores do Sefras e leigos. Foi um painel exclusivo para o debate sobre o tema que norteou o Fórum Social que foi sobre a Crise capitalista e a Justiça Social e Ambiental, mas com o enfoque da ótica franciscana. Essa primeira experiência tem a proposta de ser multiplicada em vários Estados durante este ano e, em São Paulo, o acontecerá no dia 24 de março, às 10h, no salão do “Chá do Padre”, na Rua Riachuelo, 268 – Centro da cidade, com o nome: “Justiça Ambiental”. Neste mesmo dia, será lançada a Campanha Contra a Economia Verde que o Sefras participa, junto a um conjunto de entidades de vários países. A primeira experiência de seminário sobre “Justiça Ambiental” realizado pelo Movimento Franciscano, em Porto Alegre foi conduzida com a contribuição de Hugo Paixão, do Serviço Franciscano de Solidariedade – Sefras, em SP, Moema Miranda do Instituto Brasileiro de Análise Social e Econômico – Ibase, de Frei Rodrigo Peret, Ordem dos Frades Menores, MG e Frei Orestes, da Ordem dos Frades Menores, do RS.

Hugo apresentou uma análise do quadro geral sobre o que é a Rio+20/Cúpula dos Povos, o histórico dos debates em torno do ecossistema e como estão organizados esses eventos. Moema Miranda falou sobre o Documento Zero (primeiro esboço do documento que norteará a Conferência da ONU em junho de 2012) e uma análise política do que estar por detrás deste documento. Frei Rodrigo, fez uma reflexão sobre qual a proposta da “Economia Verde” e qual o papel e a contribuição que os Franciscanos têm para dar nesse processo de discussão e construção de um novo modelo para a sociedade. Para finalizar, Frei Orestes mostrou o contexto dos movimentos sociais, as mudanças e como se organizam atualmente diante deste momento da sociedade civil.

Esta mesma estrutura acontecerá no Seminário de São Paulo, com o diferencial de uma análise conjuntura para abrir o debate. Para mais informações e participação: sefras@sefras.org.br


Vídeo 1: Moema Miranda – Crítica ao Documento Zero da Rio+20




Video 2: Frei Rodrigo Peret: A proposta da “Economia Verde”




Video 3: Frei Orestes: O contexto dos Movimentos Sociais




Fonte: www.sefras.org.br

Sobre Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: