Blog de DHJUPIC

ATENÇÃO: Lista dos Defensores e Defensoras dos Direitos Humanos ameaçados de morte



By  Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil     22:28     
A Comissão Pastoral da Terra (CPT) acaba de enviar à ministra dos direitos humanos, Maria do Rosário, novas ameaças de morte contra lutadores e defensores dos direitos humanos no Brasil. Além do ofício com as denúncias, a CPT enviou, também, o histórico de cada ameaça. Confira o ofício na íntegra e os arquivos enviados à ministra.

Estas ameaças foram feitas nos estados do Tocantins, município de Palmeirante, do Amazonas, município de Lábrea, PDS Gedeão, do Mato Grosso, município de Serra Nova Dourada, PA Bordolândia, do Maranhão, município de São Vicente Ferrer, comunidade quilombola do Charco, vários casos em Rondônia, e no Acre, no município de Boca do Acre. Além desses, dois casos no Pará chegaram ao conhecimento da CPT Nacional no dia de hoje, 07 de junho. Em um deles, a ameaça foi feita através de um telefonema para a CPT Marabá, onde diziam que o trabalhador conhecido como Pernambuco, líder do acampamento Iraque, “iria virar carvão”.

*Documentos enviados:

-Denúncia padres ameaçados no Mato Grosso;

-Denúncia ameaças no Tocantins;

-Denúncia ameaça contra agente da CPT no Acre;

-Denúncia ameaça de morte em Rondônia;

-Denúncia ameaças no Maranhão;

-Denúncia ameaça contra trabalhadora no Amazonas;


Segue abaixo ofício encaminha à ministra:

À Exma. Sra. Maria do Rosário Nunes
DD. Ministra da Secretaria Especial de Direitos Humanos

Brasília – DF

Excelentíssima senhora

Conforme o acordado na Audiência com V. Excia. no passado dia 31 de maio, a Comissão Pastoral da Terra faz chegar às suas mãos as denúncias de novas ameaças a trabalhadores e trabalhadoras do campo que chegaram ao nosso conhecimento nos últimos dias. Trata-se das seguintes pessoas:

*No Tocantins:
-Assentados do PA Santo Antonio do Bom Sossego, município de Palmeirante: Noginel Batista Vieira, Valdeni da Silva Medeiros e Raimundo Nonato. Acampados no Acampamento Vitória, município de Palmeirante: José Valdir Muniz e Divino de Jesus Vieira. Os dois primeiros desta lista, Noginel e Valdeni já constam da lista de ameaçados de morte da CPT, em 2010.

*No Amazonas:
-PDS Gedeão, município de Lábrea, AM: Nilcilene Miguel de Lima, presidente da Associação Deus Proverá, espancada e jurada de morte. Neste momento, está sob proteção da Comissão Pastoral da Terra do Amazonas em Manaus, Raimundo Alexandrino de Oliveira (esposo de Nilcilene), Carlos Roberto Rufato, Felicidade Araujo da Silva. Todas estas pessoas já constavam da lista de ameaçados da CPT, em 2010.

*No Mato Grosso:
-PA Bordolândia, município de Serra Nova Dourada, MT: Pe. Rosécio Santana (Zezão) e Pe. Paulo César Moreira – coordenador da CPT no Mato Grosso.

*No Maranhão:
-Município de São Vicente Ferrer, Comunidade Quilombola do Charco: Almirandi Pereira da Costa, Vice-presidente da Associação Quilombola do Charco. (Documentação a respeito deste caso foi entregue a V. Excia. no dia da audiência, bem como a referente ao Quilombo de Alto Bonito, no município do Brejo, e ao Quilombo Camaputiua, município de Cajari (MA).

*Na Rondônia:
-Luiz Carlos Lemes, de Buritis, Pedro Gomes, seringueiro do Rio Cautário, Volmir de Jesus, foi gerente do Ibama de Ji Paraná, Hosanna Puruborá e Tanadi Miqueleno, em Seringueiras e São Francisco do Guaporé, José Iborra y Plans, da CPT Rondônia.

*No Acre:
-Municipio de Boca do Acre: Cosme Capistrano da Silva, agente da CPT.


Senhora Ministra, quando estávamos concluindo este ofício nos chegaram informações de mais dois ameaçados no Pará. Dejesus Martins Araújo, líder do acampamento Paulínio, próximo ao assentamento Sapucaia e o líder do acampamento Iraque, conhecido como Pernambuco. Em relação a este último, a ameaça foi feita em uma ligação telefônica à CPT de Marabá.

Em anexo seguem os históricos e as denúncias das ameças.

Atenciosamente,

Goiânia, 7 de junho de 2011.


Fonte: www.cptnacional.org.br

Sobre Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: