Blog de DHJUPIC

JUFRA do Brasil presente no 13º Encontro Nacional de Articuladores/as do Grito dos/as Excluídos/as



By  Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil     14:20     
Dia 02 de abril de 2011 participei representando a Juventude Franciscana no 13º Encontro Nacional de Articuladores do Grito dos/as Excluídos/as, que aconteceu de 01 a 03 de abril/2011 na cidade de São Paulo, reunindo várias expressões de Movimentos, Pastorais e ONGs.

Houve em resumo um estudo dirigido pelo Pe. Alfredo sobre a construção do Projeto Popular. Analisando em uma linha do tempo, colocou-se na história do Brasil, mesmo aleatoriamente, que dos anos 70 a 85 têm-se características do surgimneto de movimentos, ONGs, pastorais... voltados para a conquista de uma identidade de luta "gueto".

Após e até o ano 2000 chama-se a atenção na mudança de um olhar para parcerias, agregando as identidades e com mais autonomia com relação a Igreja. Também com maior possibilidade de liberdade política.

A partir de 2000 entra uma proposta de visão do que acontece em uma REDE, uma junção de "nós" - vários cérebros, sem "estrelismos". Com uma relativa autonomia que valoriza o espontâneo. Porém, há uma dificuldade de entender o que é rede? Um processo mais lento e com resultados vagarosos.

Com esse estudo foi dividido em grupos para um debate temático. Em seguida, houve um momento místico com lembranças do 16° Grito, onde os movimentos apresentaram alguns trabalhos realizados e o Grito em sua região.

Aconteceu mais tarde um trabalho em grupo por regiões do Brasil para a construção do 17° Grito, em grupos, descutindo os objetivos, eixos e símbolo desse grito. Após variadas manifestações com relação a abertura para uma diversidade; uma melhor expressão e entendimento sobre o Planeta - a vida do planeta - é algo maior do que o nosso cuidado - somos parte integrante. Não algo superior, mas de igualdade.

Também houve uma discussão com relação a base educacional, ressaltando-se a importância de pontos chaves do direito.

Com relação a escolha do símbolo do grito para este ano, as sugestões dos participantes foram: o planeta terra; a água; uma planta; os 4 elementos da natureza (água, terra, fogo, ar).

O encontro no geral é uma experiência positiva e abrangente. Num contexto de JUFRA, a nossa participação é expressiva e efetiva (por se tratar de necessário) no que tange a formação e agora destacando o trabalho com ações e manifestações populares.

O atual momento no qual foi discutido de REDE - alerta para estarmos em atenção com o que nosso movimento tem como ideal/identidade, porém orientando a um trabalho somatório. Afinal, não fazemos nada sozinhos, mas integrados.

Grande abraço,

PAZ e BEM!


Maria Aparecida Brito, OFS/JUFRA
Fraternidade JUFRA das Chagas - São Paulo-SP
Sub Reg de Finanças - Sudeste 3(SP)

Sobre Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: