Blog de DHJUPIC

Com a iniciativa da JUFRA, Bom Conselho-PE realiza 1º Grito dos/as Excluídos/as



By  Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil     23:42     
Nós GRITAMOS, e eles, se calaram?

Irmãos e irmãs, Paz e Bem!

O Grito dos/as Excluídos/as em Bom Conselho-PE não é um tema abordado recentemente, o Pároco de nossa cidade sempre quis uma mobilização para acontecer tal movimento, mais nunca teve um apoio e incentivo que fizesse brotar e criar frutos. Com a iniciativa e organização da Fraternidade Luz Clara, da Juventude Franciscana (JUFRA) é que este ano em nossa cidade houve o 1° Grito dos/as Excluídos/as, realizado no dia 07 de setembro.

As formas usadas foram a simbologia, os gestos e as palavras, o impacto foi grande em meio a cartazes e faixas que chamavam tanto a atenção da população bom-conselhense, fomos julgados, criticados mais também muito elogiados por tamanha coragem e dedicação.

No sol ao meio dia, crianças, idosos, pessoas com deficiência, jovens, frades, enfim... Em torno de duzentas pessoas, todos/as juntos/as lutando por uma causa maior. Gritávamos por água, saneamento básico, educação, humanização no atendimento aos usuários do SUS, sinalização, área de lazer, fator previdenciário digno e iluminação pública.

Tivemos grande participação das Comunidades da Paróquia Jesus, Maria e José, que com a motivação feita pelo Monsenhor Nelson, ao qual somos gratos também pelo apoio fantástico que nos deu, doando faixas e divulgando na Igreja, fomos às ruas gritar por um projeto que beneficia todos os excluídos que estão à margem de nossa sociedade.

Houve também atividades entre o dia 01 e 07, como preparação para a mobilização do Grito, foram elas: Entrevista na Rádio local para falar sobre o mesmo, com presença da JUFRA, da OFS e da Paróquia Jesus, Maria e José; Do dia 01 ao dia 07 todo meio-dia o sino da Matriz foi tocado e um representante da JUFRA falou sobre o Grito no alto-falante da Igreja; Reunião com as Comunidades sobre o Grito, no Salão Paroquial; No Jornal local (A GAZETA) também foi publicado uma nota referente à manifestação, além de distribuição de cartazes em órgãos públicos como: escolas, praças e etc.

Enfim, 16 anos depois, o Grito saiu da garganta e ecoou forte em Bom Conselho.
A JUFRA é um exemplo de cidadania.


Priscylla Vieira – Sub DHJUPIC da Fraternidade Luz Clara (Bom Conselho/PE)

Sobre Subsecretaria Nacional de DHJUPIC da JUFRA do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: